Rússia e Polônia proíbem importações de frango dos EUA

A Rússia impôs um embargo temporário às importações da maioria dos produtos derivados de frango provenientes do estado americano de Delaware, seguindo o registro de um foco de influenza aviária numa granja ao leste do estado. A proibição inclui aves vivas, ovos, todos os produtos que não foram processados a altas temperaturas e também rações e aditivos para rações, segundo o Serviço Veterinário russo.Em ação semelhantes, o governo polonês também anunciou hoje que está proibindo as importações de aves vivas, ovos e carnes. A diferença é que o embargo da Polônia vale para todas as exportações de frango dos EUA e não apenas para aquelas procedentes do estado de Delaware.De acordo com o governo russo, o embargo pode ser estendido para os estados vizinhos se a doença for registrada fora da fazenda infectada. A Rússia, o maior mercado de exportação para as aves americanas, concordou no ano passado em amenizar as cotas de importação de carnes de frango, suína e bovina dos EUA.Em 2002, inspetores russos implementaram um embargo a produtos de várias processadoras de aves americanas por causa de problemas sanitários. A Rússia pretende importar 1,05 milhão de toneladas de carne de frango este ano, das quais cerca de 772 mil toneladas devem vir dos EUA, segundo a agência de notícias Interfax.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.