Rússia: economia foi afetada por crise na Ucrânia

A economia da Rússia contraiu nos três primeiros meses de 2014 em comparação com o trimestre anterior, com redução do investimento de capital, disse o ministro da Economia, Alexei Ulyukayev, nesta quarta-feira.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2014 | 12h41

A crise ucraniana afetou economia e os mercados da Rússia, enviando o rublo para as mínimas históricas, o que levou os investidores a adiar projetos de investimento e estacionar fundos em moeda estrangeira, o que estimulou a fuga de capitais.

"O fluxo de saída de capital é a coisa mais preocupante agora", disse Ulyukayev, falando na Câmara Baixa do Parlamento russo.

Cerca de US$ 63 bilhões foram drenados da Rússia em fluxo líquido de capital no primeiro trimestre, enquanto o Produto Interno Bruto teve uma contração de 0,5% no trimestre, segundo dados ajustados sazonalmente, disse o ministro.

Ulyukayev afirmou que a economia está sob pressão vinda da queda da atividade de investimento, não apenas no setor público - como era o caso há algum tempo -, mas em todas as áreas, incluindo empresas privadas. Nos primeiros três meses de 2014, o investimento de capital teve queda de 4,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior, afirmou.

"No topo dos fatores internos por trás da desaceleração do crescimento econômico, há agora uma alta incerteza sobre mercados financeiros globais, saída de capital substancial e falta de vontade de investidores sobre decisões de investimentos em um ambiente internacional complicado nos últimos dois meses", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaeconomiacriseucrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.