Rússia elogia aprovação de tratado no Senado dos EUA

Parlamento russo pode ratificar novo Start ainda nesta semana, segundo o governo

Agência Estado

23 de dezembro de 2010 | 09h43

MOSCOU - O presidente russo, Dmitri Medvedev, recebeu com elogios nesta quinta-feira, 23, a decisão do Senado dos EUA de ratificar o tratado para controle de armas nucleares entre os dois países. Os legisladores russos, porém, disseram que precisam estudar a resolução de ratificação antes de realizar sua votação do tema.

 

Veja também:

linkObama elogia ratificação do Start no Senado

linkSenado americano ratifica tratado de armas com a Rússia

 

A porta-voz de Medvedev, Natalya Timakova, disse que, quando o líder russo firmou o novo tratado Start (sigla em inglês para Tratado de Redução de Armas Estratégicas) com o presidente dos EUA, Barack Obama, eles combinaram que o processo de ratificação deveria se realizar de maneira simultânea.

 

A porta-voz disse que Medvedev demonstrou esperanças de que as duas Casas do Parlamento russo ratifiquem o pacto, mas notou que eles precisarão de algum tempo para analisar as condições do Senado americano antes de tomar sua decisão.

 

O novo tratado Start, firmado por Obama e Medvedev em abril, limitaria as ogivas nucleares estratégicas de cada país a 1.550, reduzindo seu atual limite de 2.200. Além disso, prevê um sistema de vigilância e verificação entre as nações.

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Boris Gryzlov, disse que o texto pode ser aprovado já nesta sexta-feira, se ele não sofreu nenhuma alteração importante no Congresso dos EUA. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUARússiatratadoarmasStart

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.