Rússia envia US$10 milhões em ajuda aos palestinos

A Rússia enviou US$10 milhões em ajuda financeira de emergência para a Autoridade Palestina (AP) nesta quinta-feira, informou o Ministério do Exterior russo.A transferência reflete a crença de Moscou de que o governo palestino não deve ser isolado depois que o grupo extremista Hamas assumiu o poder com as eleições legislativas em janeiro.O Ministério do Exterior informou que a decisão de fazer a transferência baseou-se na "deterioração socioeconômica e humanitária nos territórios palestinos". O dinheiro foi depositado em uma conta bancária do gabinete do chefe da Autoridade Palestina (AP).O Ministério disse ainda que os palestinos concordaram em usar o dinheiro apenas para "atender às necessidades sociais e humanitárias da população, nas esferas de educação e saúde" e que parte da verba estava destinada a instituições específicas.Crise financeiraA União Européia e os Estados Unidos cortaram a ajuda ao governo palestino em protesto contra a recusa do Hamas em renunciar à violência e aceitar a existência do Estado de Israel. A UE e o governo americano listam o Hamas como uma organização terrorista, o que proíbe que negociem com o grupo.A Rússia, que procura aumentar sua importância no processo de paz do Oriente Médio, recebeu uma delegação do Hamas em março. O encontro provocou a revolta de Israel e a surpresa entre os outros mediadores do Quarteto do Oriente Médio. Contudo, Moscou não conseguiu fazer com que o Hamas amenizasse sua plataforma política.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.