Rússia está perto de extinguir incêndios

Área afetada pelas chamas caiu pela metade nas últimas 24 horas e castiga 22 mil hectares

Efe

17 de agosto de 2010 | 05h21

 

MOSCOU - A área de florestas afetada pelos incêndios em toda a Rússia foi reduzida a menos da metade na últimas 24 horas, segundo informações divulgadas nesta terça-feira, 17, pelo Ministério para Situações de Emergência do país.

"No último dia, a superfície dos incêndios florestais diminuiu em mais de 23 mil hectares, passando de 45.800 para 22.700", disse um porta-voz do ministério, citado pela agência oficial RIA Novosti. O porta-voz acrescentou que os focos foram completamente sufocados na região de Voronezh, uma das mais castigadas pelos incêndios.

"Conseguimos apagar praticamente os incêndios em toda a república de Mordóvia, onde a área afetada passou de mil para 2,3 hectares", disse o porta-voz, que destacou que uma situação semelhante se observa na região de Nizhni Novgorod.

Enquanto isso, o chefe do Centro de Gestão de Crise do Ministério de Emergência, Vladimir Stepanov, disse que também está melhor a situação nos arredores de Moscou, onde a área dos incêndios passou de 46,6 para 33,6 hectares.

A onda de calor que castigou durante os dois últimos meses Moscou e maior parte da Rússia europeia começou a diminuir nesta terça. As previsões meteorológicas anunciam chuvas e uma brusca queda das temperaturas até os 20 graus na parte ocidental para os próximos dias, o que representará uma ajuda na luta contra os incêndios florestais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.