Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Rússia estuda se torpedo afundou Kursk

Especialistas russos estão examinando o tipo de torpedo carregado pelo submarino nuclear Kursk a fim de determinar o que causou a explosão do ano passado que matou 118 marinheiros e destruiu o submersível, informou nesta terça-feira uma alta autoridade do governo.O anúncio sugere que o governo russo está considerando seriamente que o acidente de 12 de agosto foi causado por um defeito interno nos torpedos. O governo anteriormente vinha concentrando-se na teoria de que o Kursk fora abalroado por uma embarcação estrangeira e subestimou afirmações de especialistas internacionais dando conta de que a causa mais provável seria um defeito num torpedo. O vice-primeiro-ministro, Ilya Klebanov, disse, segundo a agência de notícias Interfax, que cientistas estão conduzindo experimentos com torpedos do tipo usado no Kursk e estudando fragmentos dos torpedos do Kursk recuperados depois da explosão. "Para nós, desde o começo, ficou absolutamente claro que um torpedo fez parte da catástrofe. Ou uma influência externa ou um torpedo levou à catástrofe, ou algum tipo de processo desenvolveu-se dentro de um torpedo", afirmou ele. "Um torpedo direta ou indiretamente, tornou-se a causa da catástrofe".

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2001 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.