Rússia expulsa adido israelense por ''espionagem''

O adido militar de Israel em Moscou, coronel Vadim Leiderman, foi detido na semana passada e em seguida expulso da Rússia sob acusações de espionagem. A notícia veio à tona ontem. Nascido na ex-URSS, Leiderman teria sido preso ao se encontrar com um "agente estrangeiro" em um restaurante de Moscou. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.