Rússia expulsa diplomata sênior do Canadá em Moscou

A Rússia expulsou o secretário de imigração do Canadá em Moscou em retaliação a um movimento similar adotado pelos canadenses no início do mês, afirmaram dois funcionários do governo do Canadá.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2014 | 20h45

No início do mês o Canadá impôs sanções contra a Rússia por causa do que o primeiro-ministro Stephen Harper classificou como ações "agressivas, militares e imperialistas" contra a Ucrânia. Ele disse que as ações russas representam a maior ameaça à paz e à estabilidade mundial desde o fim da Guerra Fria.

O embaixador da Rússia em Ottawa, Georgiy Mamedov, acusou o Canadá de iniciar uma "guerra de sanções", mas avaliou que as medidas não possuem muitos efeitos. Durante discurso em Toronto, o embaixador afirmou que as expulsões dos diplomatas não representam "nada relevante".

Ontem, o ministro de Relações Exteriores do Canadá ressaltou o apoio aos membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no leste europeu. O Canadá abriga mais de um milhão de descendentes ucranianos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiacanadáucrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.