Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
B Mathur/Reuters
B Mathur/Reuters

Rússia fecha acordo para fazer 12 reatores nucleares na Índia

Putin visita Nova Délhi e pede maior cooperação financeira e tecnológica com parceiro estratégico na Ásia

estadao.com.br,

12 de março de 2010 | 12h02

A Rússia anunciou nesta sexta-feira, 12, a construção de 12 reatores nucleares na Índia. Moscou competia com empresas francesas e americanas. O acordo deve ser assinado durante a visita do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, ao país.

"Vamos assinar hoje um acordo que estipule a construção de 12 reatores", disse o diretor da Agência Russa de Energia Atômica, Sergei Kiriyenko. Seis destes reatores devem ser finalizados até 2017.

Putin prometeu impulsionar a cooperação financeira e tecnológica com o aliado da Guerra Fria, que nos últimos anos tem se aproximado dos EUA. Os dois países também têm interesse na estabilidade regional, abalada pela militância islâmica e a guerra no Afeganistão. 

" A Índia é nossa parceira estratégica e isso é uma evidência de que nossos interesses geopolíticos coincidem quase que totalmente", disse Putin a empresários indianos em Nova Délhi.

A governo russo confirmou a entrega do porta-aviões Gorshkov para o final de 2012. A Índia é um dos maiores compradores de armas no mundo.

Com informações da Reuters

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaÍndiaenergia nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.