Russia identifica responsável por ataque em aeroporto

Suicida que matou 35 pessoas no aeroporto de Moscou era homem de 20 anos da região do Norte do Cáucaso.

BBC Brasil, BBC

29 de janeiro de 2011 | 14h00

Russos prestaram homenagens às vítimas do ataque no aeroporto de Domodedovo (Reuters)

Investigadores na Rússia informaram neste sábado que o suicida que matou 35 pessoas no ataque ao aeroporto Domodedovo de Moscou era um homem de 20 anos da conflituosa região do Norte do Cáucaso, no sul da Rússia.

O Comitê de Investigação Federal divulgou a informação em seu site. O porta-voz do comitê, Vladimir Markin, afirmou que o nome do homem não será divulgado enquanto as investigações continuam.

O comitê informou ainda que o ataque na semana passada tinha como alvo principal cidadãos estrangeiros.

"Eu destacaria que não foi por acaso que o ato de terror foi cometido no setor de desembarques internacionais", disse Markin na declaração publicada no site.

Pelo menos sete estrangeiros morreram no ataque ao aeroporto Domodedovo, o mais movimentado de Moscou. O setor de desembarques estava lotado, pois vários voos internacionais tinham acabado de chegar.

Entre os mortos estavam um alemão, um austríaco, um britânico, um ucraniano, e cidadãos do Quirguistão, do Tadjiquistão e um do Uzbequistão. Outros 16 russos também morreram e as 12 pessoas restantes ainda não foram identificadas.

Cerca de 180 pessoas ficaram feridas.

O presidente russo, Dmitry Medvedev demitiu várias autoridades do país depois do ataque, entre eles um chefe regional de transportes e um vice-chefe da polícia de Moscou. Medvedev culpou estas autoridades pela falta de segurança no aeroporto.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.