Rússia impõe restrições à propaganda de cerveja

A proibição de propagandas de cerveja virou lei na Rússia, numa medida que tenta conter o alto consumo de álcool no país e mudar a atitude das pessoas em relação à bebida. A iniciativa, sancionada pelo presidente Vladimir Putin, reflete a preocupação com o alcoolismo no país, onde uma campanha para acabar com a paixão nacional pela vodca acabou aumentando o consumo de cerveja.A lei será um duro golpe para os meios de comunicação e as federações esportivas, que terão que encontrar uma solução para transmitir eventos ao vivo quando uma das equipes tiver marcas de cerveja estampadas na camisa. A nova norma proíbe propagandas no rádio e na TV das 7h às 22h e estabelece punições para quem não cumprir as determinações.Entre outros pontos, a lei afirma que "qualquer propaganda promovendo cerveja ou bebidas feitas de cevada não pode dar a entender que beber leva ao êxito social, esportivo ou pessoal, ou ainda que pode melhorar o estado físico ou mental das pessoas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.