Rússia inicia "operação antiterrorista" na Chechênia

As tropas federais russas intensificaram nas última 24 horas uma "operação antiterrorista" na Chechênia, com o objetivo de matar ou capturar os principais líderes da revolta separatista. Duas dezenas de operações militares foram lançadas nas duas principais cidades do país, Gudermes e a capital Grozny, onde foram checados mais de 30 mil cidadãos e 20 mil veículos. Não há informações imediatas sobre a detenção de qualquer líder local. A operação conseguiu, entretanto, recolher lança-mísseis, fuzis, pistolas, minas, dezenas de granadas e vários quilos de explosivos. Ontem, o comando militar russo confirmou que Moscou estava enviando tropas à Chechênia para preparar possíveis ofensivas militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.