Rússia liberta ex-mercenário procurado na Colômbia

As autoridades russas libertaram um ex-mercenário israelense, Yair Klein, que é procurado na Colômbia sob acusações de ter treinado as milícias paramilitares de direita. O canal 10 da televisão de Israel mostrou imagens de Yair Klein, conhecido na Colômbia como Jair Klein, deixando hoje uma prisão moscovita, onde ele estava detido desde agosto de 2007 e aguardando que as autoridades judiciárias russas decidissem se ele seria extraditado à Colômbia ou libertado. A agência russa de notícias Interfax disse que agora Klein está livre e pode ir para Israel.

AE, Agência Estado

19 de novembro de 2010 | 17h58

Funcionários dos governos russo e israelense não quiseram comentar o caso. Klein foi condenado à revelia por um tribunal colombiano em 2001 e permaneceu sob custódia russa após ser detido em agosto de 2007. Ele é acusado de treinar as milícias paramilitares de direita na Colômbia na década de 1980. Na época, essas milícias conduziram campanhas de matanças e assassinatos contra camponeses colombianos. A Corte Europeia de Direitos Humanos recomendou em abril que Klein não fosse extraditado à Colômbia, sob o argumento de que ele poderia ser assassinado em uma penitenciária. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.