Rússia: Mais de 10 mil pessoas protestam em Moscou

Mais de 10 mil pessoas compareceram às ruas de Moscou para participar de uma nova marcha da oposição, em protesto ao resultado das eleições parlamentares realizadas no país no dia 4 de dezembro, impondo mais um desafio ao primeiro-ministro Vladimir Putin.

CYNTHIA DECLOEDT, Agência Estado

24 de dezembro de 2011 | 09h53

Os manifestantes caminham por uma avenida em Moscou fechada ao tráfego, disse o correspondente da Associated France Press. Uma autoridade political afirmou que o total de manifestantes pode estar em 15 mil pessoas e que o evento poderá reunir até 50 mil pessoas.

Os opositores alegam que a eleição, vencida pelo Partido Rússia Unida, do premiê Vladimir Putin e do presidente Dmitri Medvedev, foi fraudada. Apesar das denúncias de fraude, o partido, que antes dominava dois terços do Parlamento, perdeu 20% de seus assentos na última votação. Putin, que governou o país entre 2000 e 2008, disputará a presidência novamente em março do ano que vem.

A alegação de fraude eleitoral levou dezenas de milhares de pessoas às ruas em todo o país nos dias seguintes à eleição, na maior demonstração de descontentamento popular desde a turbulenta década de 1990. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaprotestoeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.