Thomas Coex/AFP
Thomas Coex/AFP

Rússia marca reunião entre Abbas e Netanyahu em Moscou

Encontro, que ainda não tem data confirmada, ocorrerá depois de cancelamento de eleições municipais em territórios palestinos, criticada pelo Hamas

O Estado de S. Paulo

08 de setembro de 2016 | 13h52

MOSCOU - O Ministério das Relações Exteriores da Rússia informou nesta quinta-feira que o presidente palestino, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, concordaram em princípio em se reunir em Moscou, relatou a agência de notícias Interfax. Não foi divulgada nenhuma data para o encontro.

Mais cedo, O movimento islamita Hamas condenou a decisão do Supremo Tribunal da Palestina de cancelar as eleições municipais convocadas para o dia 8 de outubro na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

A decisão do alto tribunal é política e ilegal, declarou aos jornalistas Mahmoud Zahar, cofundador do Hamas e um de seus líderes de maior destaque no enclave palestino.

Zahar afirmou que as eleições foram canceladas "sem motivo algum" e advertiu que o Hamas discutirá em breve a possibilidade de comparecer às urnas para escolher os representantes municipais na Faixa, com o objetivo de "servir aos interesses dos cidadãos".

Para o dirigente do Hamas, o mais problemático não é tanto "a decisão da corte, mas o fracasso na preparação das listas de candidatos que concorrerão ao pleito".

Outro nome do alto escalão do Hamas, Salah el-Bardawil, afirmou em comunicado que o movimento islâmico "convida os palestinos a rejeitarem a decisão judicial"./ REUTERS e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.