Rússia não considera mais Saakashvili líder da Geórgia

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, disse que não considera mais o presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili, como líder do país. Em entrevista para uma televisão russa, Medvedev disse que Saakashvili é um "cadáver político". "Para nós, o regime atual da Geórgia entrou em colapso. O presidente Saakashvili não existe mais para nossos olhos. Ele é um cadáver político", disse. Medvedev também afirmou que Moscou não teme ser expulso do G-8 - grupo dos sete países mais industrializados e mais a Rússia -, com tem sido sugerido por alguns representantes do Ocidente. O presidente russo disse que aquelas sugestões foram feitas em relação a eleições presidenciais que se aproximam nos Estados Unidos. Para Medvedev, aqueles pedidos estão relacionados à dinâmica eleitoral americana, "como forma de elevar a popularidade baseada no conflito". As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.