Rússia não entrará na OMC a qualquer preço, diz Legislativo

O presidente da Duma (câmara baixa do Parlamento russo), Boris Grizlov, afirmou hoje que a Rússia não está disposta a ingressar a "qualquer preço" na Organização Mundial do Comércio (OMC)."Não podemos aceitar, simplesmente, uma série de exigências que nos apresentam, em particular a que se refere à presença, na Rússia, de filiais de bancos estrangeiros", disse Grizlov, citado pela agência "Interfax", em reunião da direção do partido governista Rússia Unida.O presidente da Duma indicou que, em seu tempo, uma medida como essa levou praticamente ao desaparecimento dos bancos nacionais nos países da Europa do Leste.O objetivo da Rússia, ressaltou Grizlov, é a "soberania econômica sem se isolar dos mercados mundiais".Em fins de março, o presidente russo, Vladimir Putin, acusou os Estados Unidos de colocarem impedimentos adicionais à entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio.O chefe do Kremlin reafirmou então o interesse da Rússia em ingressar na OMC, mas insistiu que Moscou só dará esse passo caso isso responda aos interesses da economia russa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.