Rússia não retirou tropas da Ucrânia, diz Otan

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Anders Fogh Rasmussen, disse nesta terça-feira que não encontrou evidências claras que sinalizam um recuo das tropas da Rússia na fronteira com a Ucrânia.

EDGAR MACIEL, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agência Estado

01 de abril de 2014 | 08h44

"Infelizmente eu não posso confirmar que a Rússia tenha retirado suas tropas da região", disse Rasmussen durante uma coletiva de imprensa. "Isso não é o que nós queremos ver".

Ontem, Moscou anunciou que estava "retirando progressivamente" suas tropas posicionadas na fronteira com o território ucraniano. A decisão ocorreu após o encontro de emergência entre os chefes da diplomacia russa, Sergei Lavrov, e norte-americana, John Kerry, em Paris.

A aglomeração dos soldados russos nesta região é um dos principais postos de discordância entre o Ocidente e a Rússia. Rasmussen está em contato com os ministros de Relações Exteriores dos países que compõe a Otan para discutir possíveis reações a essa situação.

Tudo o que sabemos sobre:
OTANRÚSSIATROPAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.