Rússia não vai extraditar Snowden para os EUA

Um porta-voz do presidente russo Vladimir Putin disse que seu pais não mudou de ideia a respeito da recusa em extraditar o norte-americano Edward Snowden, que pediu asilo ao governo russo.

Agência Estado

26 de julho de 2013 | 11h02

Snowden, que está na área de trânsito de um aeroporto de Moscou desde 23 de junho, pediu asilo temporário à Rússia na semana passada. Os Estados Unidos o querem de volta para que ele seja julgado por espionagem, já que ele revelou a existência de dois programas de vigilância norte-americanos até então desconhecidos pelo público.

Perguntado por um repórter se a posição do governo havia mudado, Dmitry Peskov disse a agências de notícias russas que a "Rússia nunca extraditou nem nunca vai extraditar ninguém". Rússia e Estados Unidos não têm tratado de extradição.

Peskov disse também que Putin não está envolvido na análise do pedido ou nas discussões sobre o futuro do ex-funcionário terceirizado da Agência Nacional de Segurança (NSA), embora o serviço de segurança russo, o FSB, tenha estado em contado com o FBI. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaSnowdenEUAextradição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.