Rússia pede que Ucrânia pague por gás

A produtora russa de gás Gazprom alertou hoje a Ucrânia sobre sua crescente dívida relacionada ao fornecimento de gás e pediu a Kiev que pague suas obrigações.

Agência Estado

03 de abril de 2014 | 08h38

A Ucrânia depende da Rússia para a maior parte de seu consumo de energia. Recentemente, Moscou cancelou o desconto que oferecia nas vendas de gás a Kiev, poucas semanas depois de o presidente pró-Moscou Viktor Yanukovich fugir do país e um governo interino assumir o poder.

Em comunicado, a Gazprom disse que a Ucrânia precisa "tomar medidas urgentes para saldar a dívida que acumulou". O executivo-chefe da Gazprom, Alexei Miller se reuniu hoje com Oleksiy Kobolev, chefe da estatal ucraniana Naftogaz, na capital russa.

A Gazprom atualizou a dívida ucraniana com a Rússia a US$ 2,2 bilhões, de US$ 1,7 bilhão anteriormente.

Ontem, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, prometeu ajudar a Ucrânia a diminuir sua dependência em relação ao gás russo. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaUcrâniagás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.