Rússia pede reunião de emergência na ONU sobre terror

A Rússia pediu a convocação de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas para tratar da tomada de reféns numa escola russa, o mais recente de uma série de atentados cometidos por terroristas em solo russo. O Conselho, que geralmente não se reúne no primeiro dia do mês, marcou as consultas para as 21h00 GMT (18h00, horário de Brasília). Dezenas, talvez centenas de crianças são mantidas como reféns por um grupo de homens vestindo cinturões explosivos.O secretário-geral Kofi Annan pediu a libertação imediata de crianças, pais e professores, "e condena, nos termos mais fortes, esse ato criminoso dirigido contra os membros mais vulneráveis da sociedade", disse a porta-voz da ONU Marie Okabe. Carol Bellamy, chefe do Unicef, também pediu a libertação dos estudantes. Bellamy está em visita à China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.