Rússia permite que Dalai Lama visite o país, China é contra

O ministro das Relações Exteriores da Rússia decidiu conceder a Dalai Lama o visto de entrada no país, apesar de a China ser contra a permissão para que o líder espiritual visite a Rússia. Moscou, que havia rejeitado o pedido de Dalai Lama em outros três momentos por considerar o Tibet um "território inalienável da China", decidiu autorizar a entrada do líder espiritual na república Kalmykia, de maioria budista, para visita "unicamente de caráter confessional", disse o porta-voz do ministro Alexander Yakovenko.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.