Rússia pode antecipar pagamento da dívida para FMI

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse ao diretor-gerente do FMI, Rodrigo Rato, de que seu país pode pagar parte de sua dívida com o organismo multilateral antes do que o previsto. A Rússia "tem a possibilidade de liquidar sua dívida com o FMI e o Clube de Paris antes do programado", informaram as agências Itar-Tass e Interfax, citando uma declaração de Putin durante encontro com Rato. Sob a atual agenda de pagamento, a Rússia terá completado o pagamento de sua dívida com o FMI em 2008, mas funcionários do governo russo têm dito que isso pode ocorrer até 2006.Levando em consideração os planos da Rússia de pagar US$ 1,7 bilhão este ano, o país ficará devendo cerca de US$ 2,7 bilhões ao FMI até 1º de janeiro, segundo a Itar-Tass. O Ministério de Finanças da Rússia tem recomendado a antecipação do pagamento de grande parte da dívida externa do país, usando o superávit do fundo de emergência do governo.Os países do Clube de Paris serão os beneficiados de grande parte da dívida a ser liquidada em antecipação. "Seria prudente para a Rússia, que está colhendo os benefícios da alta dos preços do petróleo, liquidar sua dívida mais rapidamente do que o inicialmente planejado com o objetivo de evitar o pagamento de juros", disse Rato, segundo a ITAR-Tass, em entrevista antes de sua primeira visita a Moscou.A Rússia dependia pesadamente dos empréstimos estrangeiros depois do colapso da União Soviética. A dívida da federação russa alcançou o topo de mais de US$ 15 bilhões há cerca de cinco anos. Cinco anos e crescimento econômico, alimentado em grande parte pela alta dos preços do petróleo, tornaram a Rússia mais auto-suficiente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.