Rússia pode ratificar novo Start já na sexta-feira

Parlamentares verificarão se texto do tratado foi modificado na aprovação do Senado americano

Reuters

23 de dezembro de 2010 | 13h44

MOSCOU - Parlamentares russos disseram nesta quinta-feira, 23, que poderiam aprovar já na sexta-feira o novo Start (sigla em inglês para Tratado de Redução de Armas Nucleares) firmado com os EUA em abril caso o Senado americano, que ratificou o acordo na quarta, não tenha feito alterações substanciais no texto.

 

Veja também:

linkObama elogia ratificação do Start no Senado

linkSenado americano ratifica tratado de armas com a Rússia

 

O presidente da Duma, Câmara baixa russa, Boris Gryzlov, disse que o tratado poderia passa na sexta se seu país estiver satisfeito com a resolução ratificada pelos EUA e confirmar que não há mudanças no acordo, assinado após anos de negociações entre as partes.

 

"Há informações que indicam que a resolução apresenta uma série de condições. Se estas condições não afetam o texto do pacto, então ele poderia ser ratificado na sexta", disse o parlamentar.

 

A aprovação do tratado pela Rússia é praticamente dada como segura, segundo especialistas. "O tratado será ratificado com segurança, disse o russo Roland Timerbayev, diplomata e negociador de tratados armamentistas.

 

O tratado, mais conhecido como Start, limita a 1.500 a quantidade de armas nucleares estratégicas a serem mantidas pelos dois países e prevê a retomada das inspeções mútuas dos arsenais atômicos. A versão original do tratado, assinado em 1991, entrou em vigor em 1994 e expirou no ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.