Hannibal Hanschke/Reuters
Hannibal Hanschke/Reuters

Rússia precisa retirar tropas da Ucrânia, diz Merkel

Merkel falou com o presidente russo, Vladimir Putin, por telefone nesta segunda-feira e pediu que a retirada total seja acompanhada do monitoramento da fronteira entre os dois países

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2014 | 18h47

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que a Rússia deve retirar suas tropas da Ucrânia para que o plano de paz funcione. Merkel falou com o presidente russo, Vladimir Putin, por telefone nesta segunda-feira e pediu que a retirada total seja acompanhada do monitoramento da fronteira entre os dois países para evitar o fluxo de combatentes e armas aos separatistas pró-Rússia no leste ucraniano.

Ela também elogiou as negociações entre Rússia, Ucrânia e a União Europeia sobre o comércio na região e pediu que essas conversas incluam a questão dos envio de gás natural russo para a Ucrânia.

Os Ucranianos e os países ocidentais asseguram que a Rússia está abastecendo a insurgência separatista no leste da Ucrânia com homens, armas e expertise, acusação que Moscou nega. O cessar-fogo entre rebeldes e os soldados ucranianos teve início no dia 5 de setembro, mas já foi violado diversas vezes. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
RússiaUcrâniaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.