Rússia promete compensar falta de gás na Europa

A corporação estatal russa Gazprom anunciou que aumentará as provisões de gás para a Europa, para compensar a falta de combustível sentida no continente. A Rússia atribui o desabastecimento a "desvios" que estariam ocorrendo durante a passagem do gás pela Ucrânia, que por sua vez acusa a Rússia de ter reduzido o fornecimento.O vice-presidente da Gazprom, Alexandr Medvedev, disse que sua empresa procedeu hoje a uma provisão adicional de 95 milhões de metros cúbicos de gás diários para garantir o cumprimento dos contratos com a Europa e "evitar uma crise energética".Medvedev, que acusa a Ucrânia de ter roubado aproximadamente 120 milhões de metros cúbicos de gás destinados à Europa, a mesma quantidade que a Rússia cortou ontem da Ucrânia, disse que a Gazprom tenta assim "compensar os desvios não autorizados" por parte do governo de Kiev.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.