Rússia propõe que ONU crie lista mundial de terroristas

A Rússia apresentou uma proposta de resolução ao Conselho de Segurança das Nações Unidas pedindo uma nova lista internacional de suspeitos de terrorismo que estarão sujeitos a extradição sumária, numa campanha global contra o terrorismo. A China saudou a proposta, mas o Paquistão e outros membros do Conselho reagiram com cautela.A Rússia acusa os países ocidentais de oferecer asilo a líderes da revolta chechena que, segundo o Kremlin, estão ligados a atos de violência. A proposta russa ressalta a necessidade de as 15 nações que compõem o Conselho "cooperarem plenamente" na caçada aos perpetradores e planejadores de atentados e pede que o comitê da ONU encarregado de acompanhar o combate ao terror elabore uma lista de "indivíduos, grupos e entidades envolvidos ou associados com atividades terroristas".O embaixador paquistanês Munir Akram disse que tentar estabelecer uma definição de terrorismo, uma lista de suspeitos e tratar das questões de asilo político serão questões que "apresentarão dificuldades".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.