Rússia: Putin aprova lei que permite proibir atividades de ONGs estrangeiras

O presidente russo, Vladimir Putin, promulgou uma lei que permite proibir atividades das ONGs estrangeiras consideradas "indesejáveis" pelo estado, anunciou neste sábado.

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2015 | 16h56

A Anistia Internacional e Human Rights Watch condenaram a medida como uma "repressão draconiana em curso, que está espremendo a vida para fora da sociedade civil." A lei é parte de uma campanha do Kremlin para sufocar a dissidência que se intensificou após o início do seu terceiro mandato em 2012. As suspeitas russas sobre as intenções ocidentais foram ainda mais agravada por causa de tensões com o conflito na Ucrânia.

A nova lei permite que os promotores declarem uma organização indesejável se ela "representar uma ameaça para os fundamentos constitucionais, para a capacidade de defesa do país ou para a segurança do governo possa ser reconhecida como indesejável". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússialeiONGs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.