Rússia reconhece independência de Ossétia e Abkházia

A Rússia reconheceu formalmente as províncias georgianas da Ossétia do Sul e da Abkházia como Estados independentes, anunciou hoje o presidente russo, Dmitry Medvedev. "Eu assinei os decretos que reconhecem a independência da Ossétia do Sul e da Abkházia", afirmou Medvedev durante pronunciamento em rede de televisão. O anúncio vem à tona dias depois de a Rússia ter retirado a maior parte de suas tropas da Geórgia após uma breve guerra deflagrada no início do mês, quando forças georgianas invadiram a Ossétia do Sul em uma tentativa de recuperar o controle sobre a província separatista pró-Moscou.Analistas acreditam que poucos países sigam os passos do Kremlin. No entanto, o reconhecimento de Moscou à independência das duas regiões separatistas da Geórgia acirrará a tensão com Washington. O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, vinha insistido em que a Rússia respeitasse a integridade territorial da Geórgia durante e depois do conflito. A Abkházia e a Ossétia do Sul romperam com Tbilisi após guerras travadas no início da década passada, em meio ao colapso da União Soviética (URSS). As duas províncias chegaram a declarar independência na época, mas até a iniciativa tomada hoje pela Rússia, as aspirações separatistas delas não contavam com respaldo internacional. Após a dissolução da URSS, a Geórgia permaneceu aliada a Moscou. A situação começou a mudar em 2004, quando Mikhail Saakashvili assumiu a presidência do país buscando estreitar os laços com o Ocidente. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.