Rússia registra primeiro caso de gripe suína

A Rússia confirmou hoje o primeiro registro de influenza A (H1N1), a gripe suína, no país. O caso é de um passageiro de um voo vindo dos Estados Unidos, informou o chefe de saúde pública russa, Gennady Onishchenko, segundo a agência Interfax. Hoje, a Organização Mundial de Saúde (OMS) contabilizou 11.168 casos confirmados por testes da gripe suína, em 42 países. A entidade registra 86 mortes pelo vírus.

AE, Agencia Estado

22 de maio de 2009 | 12h16

A OMS mantém o alerta para o risco de pandemia - epidemia generalizada - em 5, em uma escala de 1 a 6. A fase 6, chamada pela OMS de pandêmica, é caracterizada por epidemias em pelo menos um país de fora da região onde se originou a doença, no caso as Américas. Segundo a OMS, caso seja elevado o alerta para fase 6, isso significa que há uma pandemia ocorrendo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaRússiaconfirmação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.