Rússia rejeita apelo por embargo de armas a Damasco

A Rússia rejeitou o apelo da comissão da ONU liderada pelo brasileiro Paulo Sergio Pinheiro para adotar um embargo de armas à Síria. Ontem, o chanceler russo, Sergei Lavrov, alertou que a proposta seria "desonesta" com o presidente Bashar Assad, porque não impediria a oposição de se armar. A avaliação dos russos é a de que grupos armados sírios estão colocando em risco as autoridades locais e é inadmissível esperar que Damasco "feche os olhos diante das ameaças". / J.C.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.