Rússia retoma fornecimento de gás à Bielo-Rússia

O chefe da Gazprom, gigante russa no fornecimento de gás natural, Alexei Miller, disse hoje que a companhia retomou o fornecimento de gás natural à Bielo-Rússia uma vez que o pagamento da dívida, de aproximadamente US$ 200 milhões, já foi efetuado pelo país vizinho.

Agência Estado

24 de junho de 2010 | 04h44

Ontem, o governo bielo-russo disse ter pago sua dívida, mas queria, em contrapartida, receber de Moscou US$ 260 milhões referentes aos débitos pela utilização do país para o transporte de gás natural a outras nações. A Bielo-Rússia ameaçou cortar totalmente o trânsito do insumo em seu território caso a Rússia não quitasse sua dívida. A Gazprom se recusou a comentar a questão.

Ontem, a Bielo-Rússia bloqueou em 30% o trânsito de navios que levavam gás para a Lituânia. A porta-voz da União Europeia (UE), Marlene Holzner, comunicou aos dois países que a "Europa não poderia ser penalizada por conta de uma disputa local". A Comunidade Europeia consome 80% do gás russo exportado. Segundo fontes do governo, a intervenção da UE teria motivado o fechamento do acordo.

Tudo o que sabemos sobre:
GáscorteRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.