Rússia solicita à ONU pedido de pausa humanitária nos conflitos no Iêmen

A Rússia está solicitando ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para pedir uma "pausa humanitária" nos conflitos no Iêmen para ajudar diplomatas e civis atingidos nos combates entre rebeldes xiitas e militantes leais ao presidente do país, Abed Rabbo Mansour Hadi.

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2015 | 15h45

A Rússia convocou uma reunião de emergência do Conselho neste sábado e diplomatas disseram que fizeram uma proposta que visa uma pausa nos ataques por razões humanitárias.

O embaixador russo Vladimir Safronkov adjunto à ONU disse que esta pausa é muito importante para ajudar os diplomatas e civis que estão no meio da guerra.

O vice-embaixador da ONU, Peter Wilso, da Grã-Bretanha, lamentou pelas vítimas civis, mas disse que a Grã-Bretanha continua a apoiar a operação militar liderada pela Arábia Saudita contra os rebeldes xiitas. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaIêmenviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.