AFP PHOTO / Maxim ZMEYEV
AFP PHOTO / Maxim ZMEYEV

Rússia 'trola' EUA com enquete online sobre qual consulado americano fechar

Embaixada russa em Washington usou o Twitter para que internautas definissem qual representação americana deveria ser fechada em retaliação a medida similar do governo Trump; embaixada dos EUA em São Petersburgo foi a vencedora com 57% dos votos

O Estado de S.Paulo

28 Março 2018 | 09h53

WASHINGTON - Quando um país decide expulsar diplomatas de outra nação, a ideia com essa medida drástica é enviar uma mensagem séria, de que algum limite foi ultrapassado, por exemplo.

Embaixador russo minimiza decisão de aliados dos EUA de expulsar diplomatas

A expulsão na segunda-feira de mais de 100 espiões e diplomatas russos por duas dúzias de países pode criar dificuldades reais para Moscou coletar informações de inteligências no exterior. Apesar disso, a Rússia fez de tudo para parecer que não foi afetada.

Um exemplo é o que a embaixada do país em Washington fez depois de os EUA ordenarem o fechamento do consulado russo em Seattle: usou o Twitter para criar uma enquete sobre qual consulado americano na Rússia deveria ser fechado.

O tuíte seguiu um padrão comum utilizado nos últimos anos pelo corpo diplomático russo: em uma tentativa de mostrar o que dizem ser uma atitude hipócrita do Ocidente, diplomatas do país em Moscou, Londres e Washington recorrerem a tuítes - muitas vezes, a memes - para tirar sarro das alegações contra eles, como a interferência na eleição americana ou o abuso de direitos humanos.

Cronologia: expulsões em massa de diplomatas soviéticos ou russos

De acordo com o jornalista russo Alexei Kovalev, muitos dos tuítes usados pelas contas oficiais da diplomacia russa em resposta ao Ocidente repetem um padrão similar: o de negar "fatos básicos e qualquer responsabilidade".

"A resposta é sempre a mesma: 'vejam o que o Ocidente ou os EUA fizeram. Como podem nos acusar de crimes de guerra se fizeram coisas muito piores?'", explica Kovalev. "É uma tentativa de atrapalhar qualquer discussão construtiva e diálogo."

Para o jornalista, que mora em Moscou, a ação russa no Twitter é parte de um esforço coordenado pelo departamento de imprensa e informação da chancelaria russa. A diretora dessa divisão, Maria Zakharova, é amplamente conhecida entre os jornalistas russos por suas declarações que às vezes cruza a linha entre um anúncio sério e uma trolagem. E essa é uma estratégia que funciona tão bem online quanto offline.

Kovalev diz que as publicações também parecem ter como alvo a audiência doméstica na Rússia. "Muitas vezes os tuítes se tornam a principal notícias na mídia estatal russa e a audiência ama isso", diz.

Relações diplomáticas entre EUA e Rússia: as expulsões de representantes ao longo dos anos

A enquete russa sobre qual embaixada americana deve ser fechada teve mais de 57 mil votos. A vencedora foi a representação do país em São Petersburgo, com 57% dos votos. A embaixada de Ecaterimburgo teve 35% dos votos e a de Vladivostok 18%. / WASHINGTON POST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.