Rússia usará todo o arsenal diplomático para evitar guerra

A Rússia divulgou um comunicado se opondo firmemente a uma guerra contra o Iraque e informando que usará de todo o arsenal diplomático disponível para tentar uma solução pacífica para o assunto, destacando que o presidente iraquiano Saddam Hussein prometeu a um enviado do Kremlim que os inspetores de armas da ONU não serão enganados. O comunicado é a primeira confirmação oficial de que Yevgeny Primakov, o enviado do Kremlin, esteve em Bagdá, representando o presidente russo, Vladimir Putin. Um oficial do Ministério das Relações Externas não informou se Primakov ainda permanecia hoje em Bagdá. O Ministério informou, em um outro comunicado, que o ministro Igor Ivanov enfatizou a necessidade de se chegar a um acordo diplomático em conversas que manteve ontem e hoje com o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, e ministros de relações externas da França, Alemanha, Reino Unido e Espanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.