Russos destróem nave espacial de carga

Controladores de missão russos desfizeram-se nesta segunda-feira de uma nave de carga Progress, que estava unida à estação espacial Mir e foi queimada em sua reentrada na atmosfera, um destino que aguarda a própria Mir.Esta foi uma das diversas manobras desempenhadas pelo controle de missão da agência espacial russa para preparar a destruição da Mir, de 15 anos, em março. Os especialistas russos consideram, atualmente, que é perigoso e muito caro consertá-la. A Progress M43 foi separada da estação orbital não-tripulada na quinta-feira com a utilização de um controle remoto, sendo desacoplada da Mir. Quando uma nova nave de carga acoplou perfeitamente com a estação no sábado, a antiga não tinha mais serventia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.