Saadashvili proclama-se vencedor da eleição na Geórgia

O líder oposicionista Mikhail Saadashvili caminha para uma vitória avassaladora na eleição presidencial da Geórgia, segundo resultados preliminares. Contadas 25% das aproximadamente 3.000 seções eleitorais, Saakashvili tinha 96.7% dos votos, anunciou o presidente da Comissão Central Eleitoral, Zurab Chiaberashvili.Saakashvili, franco favorito entre os seis candidatos da eleição de domingo, liderou os protestos pacíficos que culminaram com a queda do ex-presidente Eduard Schevardnadze em novembro, no que ficou conhecida como a "revolução das rosas".Ele se proclamou vitorioso na noite de domingo, depois que a tevê independente georgiana Rustavi-2 divulgou uma pesquisa de boca-de-urna que deu a ele 85.5% dos votos. Saakashvili, um advogado de 36 anos educado nos EUA, prometeu erradicar a corrupção e restaurar a economia do país, que desmoronou na década de 90, depois do fim da União Soviética. As relações com a gigante vizinha Rússia se deterioraram.A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa emitiu comunicado afirmando ter havido algumas violações na eleição presidencial, mas que no geral foram "eleições justas", ao contrário das eleições parlamentares de 2 de novembro. Fraudes generalizadas naquelas eleições levaram aos protestos que derrubaram Shevardnadze. Os resultados finais só devem ser divulgados na quarta-feira. O novo presidente deve tomar posse em 25 de janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.