Sabotagem destrói oleodutos e ameaça exportações do Iraque

Uma rede de oleodutos de exportação no sul do Iraque foi destruída por sabotadores neste domingo, reduzindo ainda mais a produção de petróleo do país. Este é mais um de série de ataques vem atingindo a infra-estrutura da indústria petrolífera, fundamental para o país, informam autoridades.A explosão ocorreu em al-Radgha, 50 km a sudoeste de Basra, informa um representante da estatal South Oil que pediu para não ser identificado. O duto, que liga os campos produtores de Rumeila com os tanques de estocagem da península de Faw, está em chamas, segundo as autoridades.Sabotagens ao longo da semana passada reduziram as exportações iraquianas a 900.000 barris ao dia, metade da produção normal, de 1,8 milhões. O ataque deste domingo reduziu a capacidade exportadora a 500.000 barris, afirmou outro funcionário da South Oil. Existe o risco de as vendas terem de parar por completo se a manutenção das demais linhas não ocorrer rapidamente, acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.