Saddam acenou com exílio antes de invasão

Menos de um mês antes da invasão americana ao Iraque, o ditador Saddam Hussein havia dado sinais de que estaria disposto a exilar-se, desde que pudesse sair do país levando US$ 1 bilhão e informações sobre suas armas de destruição em massa. A notícia estava em um relatório, elaborado em fevereiro de 2003, sobre a reunião entre o presidente George W. Bush e o então premiê espanhol, José Maria Aznar, divulgado ontem pelo jornal espanhol El País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.