Saddam convoca reunião urgente em Meca

O presidente do Iraque, Saddam Hussein, pediu, nesta terça-feira, a realização de uma cúpula de emergência da Liga Árabe na cidade sagrada de Meca, para discutir os ataques israelenses contra os palestinos.Citado pela agência de notícias oficial iraquiana, Saddam conclamou o mundo árabe à união e alertou que os Estados Unidos e Israel estão usando os ataques de 11 de setembro como um pretexto para destruir os árabes."A América está encorajando os sionistas a matarem árabes", disse Saddam. "Os Estados Unidos e os sionistas têm um objetivo em comum, que é o de destruir e humilhar a nação árabe."O chamamento de Saddam coincide com uma reunião da Liga Árabe que será realizada no Cairo na quinta-feira para discutir a escalada da violência isralense-palestina. Pelo menos 10 chanceleres planejam comparecer ao encontro, segundo o porta-voz da liga, Hisham Yossef.A Liga Árabe, que é formada por 22 nações e tem sede no Cairo, já realizou vários encontros nos últimos 14 meses para discutir a crise no Oriente Médio."Vamos realizar o encontro na Kaaba", disse Saddam, referindo-se à estrutura cúbica de pedra na Grande Mesquita da cidade de Meca, na Arábia Saudita.O governo saudita congelou suas relações com o Iraque depois que Saddam determinou a invasão do Kuwait. O reino permitiu que os EUA usassem o território saudita para atacar as forças iraquianas na Guerra do Golfo, em 1991.Desde então, aviões americanos freqüentemente decolam da Arábia Saudita para patrulhar os céus do Iraque e atacar alvos no sul do país.A Arábia Saudita, guardiã dos locais sagrados do Islã, permite que iraquianos entrem em seu território apenas para praticar a peregrinação anual, conhecida como hajj.Recentemente, um jogo de futebol classificatório para a Copa do Mundo de 2002 entre o Iraque e a Arábia Saudita foi disputado no vizinho Bahrein porque o reino não permitiu que o time iraquiano entrasse no país.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.