Saddam decidiu matar cientistas, acusa EUA

O presidente do Iraque, Saddam Hussein, ordenou a execução de todos os cientistas do país que cooperarem com a ONU, bem como seus parentes, garantiu hoje o subsecretário de Defesa dos EUA, Paul Wolfowitz.Em discurso numa entidade privada nova-iorquina, Wolfowitz disse que os EUA obtiveram a informação de "múltiplas fontes"e acrescentou que os cientistas receberam instruções sobre comoresponder às perguntas da equipe da ONU. Além disso, afirmou,agentes se fizeram passar por cientistas.O encarregado dos contatos com a ONU, general Hassan Mohamed Amin, disse hoje que o governo tentou convencer seis cientistas a falarem privadamente com os inspetores, mas eles se recusam e exigem a presença de membros do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.