Saddam desafia Bush pela TV

O presidente iraquiano, Saddam Hussein, apareceu na televisão estatal nesta quinta-feira, três horas após os Estados Unidos iniciarem um ataque para derrubá-lo e lançou desafios ao presidente George W. Bush. ?O criminoso pequeno Bush (filho de George Bush) cometeu um crime contra a humanidade?, disse ele, usando uniforme militar e uma boina negra. Ele leu um texto preparado, usando óculos de pesados aros negros, algo que raramente faz em público.Saddam afirmou que é dever de todas as pessoas de todos os países defender a nação iraquiana e que o que está sendo feito é contra a vontade de Deus.Não foi possível perceber se se tratava de uma transmissão em rede, mas parecia recente. Saddam parecia estar sentado em um cômodo pequeno, em vez das suítes palacianas onde normalmente fala em rede de televisão.O ministro de Informação, Mohammed Saeed al-Sahaf, introduziu a fala de Saddam, dizendo que uma jihad, ou guerra santa, havia começado. Em seu pronunciamento, Saddam afirmou: ?Juramos a você em seu nome e em nome de nossa liderança e em nome do povo iraquiano e de seu heróico exército, em nome do Iraque, de sua civilização e de sua história, que nós combateremos o invasor?.?Pela vontade de Deus, nós os levaremos ao limite onde eles perderão sua paciência e qualquer esperança de conseguir o que planejaram e o que os criminosos sionistas os levaram a fazer. ?Eles serão derrotados?, ele disse.Saddam vestia uniforme militar pela segunda vez nesta semana, em contraste com as roupas civis que usa na maioria do tempo. Ele concluiu seu discurso de sete minutos com o grito islâmico de "Allahu Akbar! (Deus é grande). "Viva o Iraque! Viva o povo palestino! Viva a nossa gloriosa nação e viva aqueles que procuram a paz!?, disse Saddam Hussein.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.