Saddam doa US$ 200.000 a famílias palestinas

O presidente do Iraque, Saddam Hussein, doou mais de US$ 200.000 às famílias de 21 "mártires" de Gaza, ou seja, os militantes palestinos mortos em ações armadas contra alvos israelenses, disseram fontes. A doação teria sido feita hoje em Gaza, depois de um ato pró-Iraque organizado pela Frente Árabe de Libertação, uma agremiação política palestina financiada pelo governo iraquiano."Os mártires deram a vida pela liberdade e pela vitória. O combatente Saddam Hussein saúda a todos os palestinos e os incita a resistir ao imperialismo norte-americano e ao sionismo israelense", disse Khalil Tayeh, secretário da Frente, ao ler uma mensagem do presidente iraquiano. Cada família recebeu US$ 10.000. Tayeh prometeu que Saddam Hussein continuará "sustentando generosamente os palestinos e as famílias" dos mártires."Saddam é um verdadeiro líder árabe, um homem que tem dignidade e não se ajoelha diante dos Estados Unidos e de Israel. Nós o agradecemos e declaramos que estamos com ele na luta contra os inimigos da nação árabe", comentou Fathi Isa, pai de dois jovens mortos quando tentavam entrar em colônias judaicas na Faixa de Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.