Saddam escreve carta pedindo que neto seja forte

O ex-presidente do Iraque Saddam Hussein enviou uma carta para o neto Alí Hussein al-Mayid, que vive na Jordânia, pedindo que ele seja forte e cuide da família, informou a imprensa local nesta segunda-feira. A carta, entregue pelo comitê internacional da Cruz Vermelha, foi a segunda correspondência recebida pela família de Saddam desde que ele foi preso, no final do ano passado. ?Ele me pediu para cuidar da minha família?, disse al-Mayid à TV árabe Al-Arabiya. ?Recomendou que me comportasse como um homem, como meu pai e meu tio. Me disse que devo ser um homem confiável, o homem da família?, completou o neto de Saddam. Em 1996, o ex-ditador ordenou a morte do pai de al-Mayid, Hussein Kamel, e do tio Saddam Kamel, por suspeitar que eles tivessem revelado informações relacionadas aos programas bélicos do Iraque.Al-Mayid disse que a carta foi entregue nesta segunda-feira, três meses após ter sido escrita. O ministro iraquiano dos direitos humanos, Bajtiar Amin, disse que o estado de saúde de Saddam Hussein, que estaria com uma infecção na próstata, não é preocupante. Segundo Amin, o ex-ditador, que também toma medicamentos contra a hipertensão, recebe visita de médicos duas vezes por dia.

Agencia Estado,

03 de agosto de 2004 | 04h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.