Saddam pede fim do embargo ao Iraque

O presidente do Iraque, Saddam Hussein, pediu hoje o fim do embargo econômico e comercial imposto pela ONU a seu país, que vigora desde o fim da Guerra do Golfo. A solicitação foi feita através de uma mensagem lida na rede de televisão estatal.Saddam disse que está cumprindo todas as exigências da ONU sobre desarmamento. "Por isso, as Nações Unidas têm de revogar o embargo imposto em 1991 ao Iraque", exigiu. O líder iraquiano pediu também para que as Nações Unidas condenem "como mentirosos" os Estados Unidos e a Grã-Bretanha por tentarem enganar e ofuscar a "cooperação" iraquiana.Saddam citou a eliminação das armas e também o último relato dos chefes dos inspetores de armas da ONU, Hans Blix e Mohammed ElBaradei, ao Conselho de Segurança, na sexta-feira, como as razões para que as sanções sejam revogadas.O embargo, de acordo com a organização mundial, só poderá ser eliminado no caso de ficar claramente provado que o Iraque se livrou completamente de suas armas de destruição em massa e de sua capacidade de produzi-las.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.