Saddam pede união aos iraquianos

O presidente deposto do Iraque, Saddam Hussein, preso há um ano pelas forças norte-americanas, fez neste domingo um espécie de apelo aos iraquianos, convidando-os a permanecerem unidos e prudentes, em vista das eleições programadas para 30 de janeiro.Segundo o advogado jordaniano Ziad Khassaouneh, porta-voz do Colégio de Advogados defensores de Saddam, as palavras doex-presidente foram uma recomendação. "O presidente pediu notícias do povo iraquiano e insistiu na necessidade de que os iraquianos fiquem unidos", disse.O ex-líder iraquiano citou versos do Corão para lembrar a importância do papel dos chefes de todas as comunidades religiosas no Iraque atual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.