Saddam se prepara para guerra urbana, diz jornal dos EUA

O presidente do Iraque, Saddam Hussein, planeja defender o país, em caso de uma invasão norte-americana, mediante batalhas urbanas, onde os combatentes lutarão nas ruas das cidades, informa hoje o jornal The New York Times. O diário, que cita declarações de especialistas militares norte-americanos, diz que o líder iraquiano sabe que o país não tem esperança de sobreviver em uma batalha aberta. O ex-analista da CIA Kenneth Pollack estima que Saddam tentará forçar os Estados Unidos a se lançarem em uma invasão casa a casa nas cidades iraquianas. Outros especialistas militares citados pelo jornal indicam que as forças armadas iraquianas, que dispõem atualmente de 350.000 homens - um terço da dimensão na época da Guerra do Golfo de 1991 -, estão reforçando as posições defensivas em torno da capital Bagdá e distribuindo as unidades sobre o terreno de modo a evitar um massacre em caso de possíveis ataques aéreos. O general do exército da reserva Barry McCaffrey, que foi um dos comandantes da Guerra do Golfo, prevê que as forças iraquianas se "desmoronarão" diante de um ataque norte-americano. A guerra, disse McCaffrey, poderia durar apenas poucas semanas, mas custará muitas baixas aos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.