Saddam será indiciado nesta quinta-feira em corte iraquiana

O ex-ditador Saddam Hussein será visto em público pela primeira vez desde sua captura, em dezembro, na próxima quinta-feira, quando ele e 11 de seus principais auxiliares serão levados a um tribunal para serem formalmente indiciados por crimes de guerra. Negociações já estão em andamento para permitir que os advogados estrangeiros de Saddam possam trabalhar no Iraque, se o julgamento será transmitido pela televisão e se a pena de morte por enforcamento será reinstaurada no código penal iraquiano.Salem Chalabi, diretor do tribunal que julgará Saddam, disse que a audiência com o ex-ditador prevista para quinta-feira será filmada para posterior divulgação. Com o indiciamento, Saddam e os 11 outros membros da cúpula da ditadura iraquiana passarão a ser considerados réus em um processo criminal, o que lhes garantirá direito a advogados.A primeira leva de assessores de Saddam a encarar o tribunal incluirá Ali Hassan al-Majid, o ?Ali Químico?; o ex-vice-presidente Taha Yassin Ramadan; o ex-vice-primeiro-ministro Tariq Aziz; e dois parentes de Saddam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.