SAIBA MAIS-A vida de Nelson Mandela

O ex-presidente sul-africanoNelson Mandela completa 90 anos de idade nesta sexta-feira.Veja a seguir um breve resumo da vida do ícone antiapartheid: * PRIMEIROS ANOS -- Nasceu no dia 18 de julho de 1918,filho de um conselheiro do chefe supremo do povo thembu, pertode Qunu, onde hoje fica Cabo Oriental. * CAMPANHA CONTRA O APARTHEID -- Mandela dedicou toda a suavida a combater a dominação branca, tendo abandonado auniversidade Fort Hare no começo dos anos 40, antes de seformar. Com Oliver Tambo e Walter Sisulo, fundou a Liga Jovemdo Congresso Nacional Africano (CNA). -- Mandela esteve entre os primeiros a defender aresistência armada contra o apartheid, tendo passado para aclandestinidade em 1961 a fim de fundar o braço armado do CNA-- Umkhonto we Sizwe (A Lança da Nação). -- No Julgamento de Rivonia (1963), acusado de crimespuníveis com a pena de morte, Mandela fez do banco dos réus umadeclaração que entrou para a história como seu testemunhopolítico. "Eu estimo o ideal de uma sociedade livre e democrática, naqual todas as pessoas convivam em harmonia e com oportunidadesiguais. Esse é um ideal ao qual pretendo dedicar minha vida eque pretendo alcançar. No entanto, se for preciso, esse é umideal pelo qual estou disposto a morrer". Mandela foi condenadoà prisão perpétua em 1964. * DA PRISÃO À PRESIDÊNCIA -- Frederik Willem de Klerk, último presidente branco daÁfrica do Sul, finalmente legalizou o CNA e outros movimentosde libertação. Mandela foi solto no dia 11 de fevereiro de1990. -- Um ano mais tarde, ele foi eleito presidente do CNA e,em maio de 1994, assumiu o cargo de presidente do país,tornando-se o primeiro negro a ocupar o posto. Mandela usou seucarisma e prestígio para evitar um confronto aberto entrenegros e brancos, criando a Comissão de Verdade eReconciliação, o órgão encarregado de investigar os crimescometidos pelos dois lados durante a luta travada em torno doapartheid. -- Em 1999, Mandela repassou o poder para líderes maisjovens e, teoricamente, mais aptos a administrar uma economiamoderna, num raro momento de afastamento voluntário do podercitado como exemplo para outros dirigentes africanos. * VIDA PESSOAL -- Uma aposentadoria tranquila não constava dos planos deMandela, e o agora ex-presidente voltou suas energias aocombate da Aids na África do Sul, levantando milhões de dólarespara enfrentar a doença. -- A luta dele contra a Aids adquiriu cores marcadamentepessoais no começo de 2005, quando perdeu seu único filho aindavivo para a doença. -- O país compartilhou a dor do divórcio de Mandela, em1996, de sua segunda mulher, Winnie Mandela, e viu-oaproximar-se de Graça Machel, viúva de Samora Machel,presidente de Moçambique. Os dois casaram-se em 1998, quandoMandela completou 80 anos. -- Em 2007, Mandela comemorou seu aniversário de 89 anoscriando um grupo internacional de estadistas mais velhos, entreos quais Desmond Tutu e Jimmy Carter (ambos vencedores, comoMandela, do Prêmio Nobel da Paz). O grupo tem por objetivoenfrentar os problemas que atingem o planeta, entre os quais asmudanças climáticas, a Aids e a pobreza. (Por David Cutler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.