SAIBA MAIS-Principais metas do Partido Democrata no Congresso

O Partido Democrata ampliou seu controle sobre o Congresso dos Estados Unidos na eleição de terça-feira, se colocando em condição para agir nas propostas de campanha do presidente eleito Barack Obama. Veja abaixo algumas das prioridades dos democratas: * A presidente da Câmara do Representantes (deputados), Nancy Pelosi, uma democrata da Califórnia, afirma que o principal objetivo será estabelecer um prazo para a retirada das tropas dos EUA do Iraque, o que liberaria mais militares norte-americanos para atuar no combate a militantes no Afeganistão e em outros países. * Os democratas querem reverter o que eles vêem como anos de regulação federal inadequada sobre a indústria financeira, o que teria ajudado a causar a atual crise em Wall Street e a execução recorde de hipotecas imobiliárias. * Estimular a economia. Isso pode ser feito, em parte, gastando bilhões de dólares na contratação de pessoas para reconstruir estradas e pontes antigas dos Estados Unidos, assim como reformar sistemas de esgoto. Obama também quer cortar impostos para a classe média e as empresas, que, segundo ele, são encorajadas a deixar o país levando consigo vários empregos de norte-americanos. * Ampliar o sistema público de saúde, talvez começando com a aprovação de um projeto vetado pelo atual presidente George W. Bush que prevê uma maior participação federal no programa de atendimento a crianças. * Levar os Estados Unidos rumo à independência energética, incentivando empresas petrolíferas a perfurar mais onde elas já estão, aumentar a conservação, acelerar o desenvolvimento de fontes de energia alternativas e coibir os especuladores no mercado de petróleo, culpados em parte pela escalada nos preços vista este ano. * Aprovar a legislação vetada por Bush que prevê a expansão do investimento federal para pesquisas com células-troncas embrionárias. * Após oito anos de nomeações de conservadores de direita contrários ao aborto para as cortes federais, Obama gostaria de nomear juízes mais moderados e liberais. * Criar uma legislação que permita aos trabalhadores se organizarem caso uma maioria deles decida participar de um sindicato. Isso permitiria que eles impedissem as eleições com voto secreto, que alguns críticos dizem ser manipuladas pelos empregadores. (Reportagem de Thomas Ferraro e Richard Cowan)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.